para qualquer pessoa que trabalhe com hardware e software, a obsolescência pode ser problemática, irritante, dispendiosa e inibir grandemente a produção global. Para os gestores de TI que supervisionam o armazenamento e manutenção de dados, a eliminação gradual da tecnologia pode causar grandes dores de cabeça. É importante, portanto, que os gestores de dados prestem muita atenção ao potencial impacto da EOL, ou tecnologia de fim de vida.

simplificando, a tecnologia de fim de vida é a data em que um vendedor deixa de fornecer serviços de suporte padrão para um determinado produto. Tradicionalmente, isso inclui suporte técnico de voz e eletrônica, atualizações de hardware e software, suporte para defeitos novos e conhecidos (PTFs, pacotes de serviços e atualizações), além de uso diário e zeroing em identificar e resolver problemas técnicos.

a conclusão é que se você está executando tecnologia de fim de vida, você está colocando sua infra-estrutura de dados em risco considerável. Aqui estão apenas algumas das áreas que são vulneráveis se você estiver executando tecnologia de fim de vida:

segurança e sistemas operacionais. Com tecnologia de fim de vida, patches, correções de bugs e atualizações de segurança param automaticamente. Como resultado, a segurança do seu produto está praticamente parada. A tua segurança está totalmente comprometida. Não há solução rápida, também; os vendedores não vão mais oferecer um patch. Usando a Microsoft como exemplo, PCs executando o Windows XP pode ser vulnerável a vírus, e estes podem impactar versões mais recentes de produtos da Microsoft, incluindo o Windows 7 e o Windows 10.

Operating with non-state-of-the-art security has other pitfalls. Hackers ou concorrentes podem se infiltrar em redes, causar estragos em infra-estruturas ou roubar suas informações preciosas. O impacto de hardware e software não seguros pode ser monumental e incluir: perda de dados dispendiosa; exposição de dados corporativos e pessoais; roubo de segredos comerciais; falha de rede e ação legal.

Suporte de Hardware e risco de manutenção. Enquanto alguns fornecedores oferecem manutenção estendida para a tecnologia mais antiga, confiar em máquinas de envelhecimento significa despesas adicionais; não comprar contratos para hardware desatualizado torna a atualização dispendiosa, e encontrar peças de substituição pode ser difícil, se não impossível.

risco de responsabilidade legal e regulamentar. As empresas que dependem de hardware e software obsoletos podem enfrentar pesadas multas e até mesmo ações legais se não cumprirem com os regulamentos do governo ou da indústria, particularmente quando ocorre uma quebra de dados resultante do uso de tecnologia mais antiga.

fiabilidade e riscos financeiros. Máquinas desatualizadas são propensas a falhas e são menos confiáveis, e extensões de Locação podem ser reais orçamento-busters; trocar equipamentos desactualizados por novos equipamentos no final de um contrato de Locação faz mais sentido.

em suma, a tecnologia de fim de vida pode acabar custando ao seu negócio uma quantidade considerável em dinheiro, e na produtividade perdida. Para dúvidas sobre a atualização de seu equipamento de TI, entre em contato com um profissional de serviços ABC hoje, que pode apresentá-lo com as opções mais adequadas para a sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.